segunda-feira, 5 de março de 2012

Aleatoriedades


''E era doce e suave e lembrava algodão tocando o rosto. E se eu colocasse a língua pra fora, certamente sentiria floquinhos de sorvete caindo dentro da boca - de todos os sabores: chocolate, abacaxi, baunilha e frutas vermelhas -, e então eu fecharia a boca e mastigaria bem rápido pra não perder tempo e abocanhar mais floquinhos de sorvete. E a música era calma e tinha uma voz de criança bem ao fundo cantarolando "tã nã nã la ra ra", bem baixinho que era pra não acordar os passarinhos dormindo na árvore de frente pra janela - os passarinhos e seus filhotes pequeninos, pequeninos. E então a gente acordava e ficava ali, parado debaixo da coberta, com os olhos bem fechados a boca se abrindo pra sussurar:

- De novo, de novo!''


2 comentários:

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Cultura não morde! disse...

boaaaaaaaaaa